Financiamentos de veículos caem 20% no 1º semestre de 2020

De acordo com a B3, o último mês teve crescimento de 44% em relação a maio, mas foi o pior junho desde 2016.

Os financiamentos de veículos novos e usados caíram 20% no Brasil em 2020, quando comparados com o mesmo período de 2019. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (10) pela B3, a bolsa de valores brasileira. De janeiro a junho deste ano, foram financiados 2,29 milhões de veículos leves, pesados e motos, contra 2,87 milhões do acumulado do ano passado.

Considerando apenas junho, que teve 385.774 financiamentos e foi o pior resultado do mês desde 2016, a queda em relação ao mesmo período de 2019, com 452.499, foi de 14,7%. Na comparação com maio, com 268.057 unidades, houve crescimento de 43,9%, indicando uma recuperação.

Os veículos pesados tiveram os melhores resultados entre as categorias divulgadas pela B3, com crescimento entre todas as comparações. Em relação a junho do ano passado, eles cresceram 6,1% e, em relação a maio, 37,6%. Os números refletem os bons resultados do segmento também na produção brasileira, divulgada pela Anfavea.

O prazo médio dos financiamentos passou de 42,7 meses em junho de 2019 para 44 meses no mesmo mês de 2020. O prazo para carros novos, usados “jovens” e “maduros” cresceu, enquanto os seminovos e os “velhinhos” (com mais de 12 anos de uso) tiveram queda.

Do G1