Honda quer mais modelos ao estilo ‘WR-V’ na gama

Depois de lançar o novo Fit com a versão Crosstar, chefe de projeto diz que marca quer outros modelos assim

A Honda parece que gostou da ideia e da receptividade que teve com a versão ‘aventureira’ do novo Fit, a Crosstar. Com isso, a empresa buscar aumentar versões com o mesmo tipo de apelo dentro da gama nos próximos anos.

Em entrevista à publicação britânica Autocar, o chefe de projeto do Fit, Takeki Tanaka disse que “a demanda por carros compactos e com vários propósitos é uma nova tendência e, no futuro, nós teremos mais variações nesse sentido”.

Tanaka cita ainda que esses veículos têm o apelo, mas não a necessidade de ser um crossover ou um SUV propriamente dito. Seja por questões de consumo, valor de manutenção ou dimensões. Além disso, eles não podem competir com outros de segmentos diferentes.

“São produtos para clientes que não querem um hatch ou um sedã, mas querem se diferenciar para deixar claro seu estilo de vida”, completou o executivo. O Crosstar é uma versão com apliques de plástico e suspensão elevada do novo Fit. É um sucessor de dois projetos brasileiros: o Fit Twist e o WR-V. A nova geração do hatch da Honda já foi registrada no Brasil e deve ser lançada entre o fim de 2020 e o início de 2021.

Do Jornal do Carro