Na aposentadoria demora mais

Embora traga reflexo no benefício, o valor do novo teto não vai incidir integralmente sobre a aposentadoria, pelo menos agora.

Isso porque o cálculo do valor da aposentadoria leva em conta a média dos 80% dos salários de contribuição, os maiores entre julho de 1994 até o pedido do benefício.

Sobre essa média é aplicado o fator previdenciário, uma fórmula matemática que considera a idade do trabalhador, tempo e alíquotas de contribuição e expectativa de vida. Combinados todos estes fatores, dificilmente um trabalhador se aposentará com 100% do teto. (veja tabela abaixo).

É bom lembrar que o fator previdenciário não é resultado da reforma da Previdência. Sua aplicação vem desde 1999, quando substituiu o antigo cálculo de benefício, até então baseado nos últimos 36 salários.