O Outubro Vermelho de 1917 que abalou o capitalismo

Na manhã do dia 25 de outubro de 1917, revolucionários do Partido Bolchevique, liderados por Lênin e Trotsky, tomam o Palácio de Inverno em Petrogrado (hoje São Petersburgo), a sede do então Governo Provisório da Rússia, inaugurando, assim, o marco oficial da Revolução Russa ou Revolução de Outubro.

A Revolução foi uma consequência da entrada da Rússia na Primeira Guerra Mundial, que agravou enormemente as condições de vida do povo russo, gerando muitas rebeliões em várias partes do país. O Partido Bolchevique, liderado por Lênin, soube transformar a revolta popular em um processo revolucionário que levou os bolcheviques ao poder sob a bandeira “Pão, Paz e Terra”. Pela primeira vez a experiência do socialismo se tornaria uma realidade na história mundial rivalizando com o capitalismo.

A Revolução de Outubro teve um impacto mundial sem precedentes na história. Para se ter uma dimensão desse impacto, basta lembrarmos que, 40 anos após a tomada do poder pelos Bolcheviques, um terço da humanidade se achava vivendo sob regimes socialistas.

É impossível compreendermos o século XX sem a Revolução Russa. Todos os grandes acontecimentos do século passado após 1917 guardam alguma relação direta ou indireta com ela. A compreensão dos erros e dos acertos da experiência do “Socialismo Real”, que abalou o mundo capitalista, é fundamental para avançarmos na nossa utopia rumo a uma sociedade sem explorados e sem exploradores.

Comente este artigo. Envie um e-mail para [email protected]
Departamento de Formação