Pessoal na Abril cruza os braços

Os companheiros na Mecânica Abril decidiram parar o trabalho por causa da recusa da empresa em negociar o acordo da campanha salarial e a segunda parcela da PLR. A parada foi decidida em assembléia ontem pela manhã. Em seguida, os trabalhadores voltaram para casa.

O coordenador da Regional Santo André, Geovane Correa, disse que a fábrica desrespeita uma decisão do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo, que determinou a negociação da segunda parcela . “Ao que parece não há sintonia entre a fábrica e o representante que ela contratou para as negociações”, disse Geovane.

Tanto que o representante da Abril tentou interromper a assembléia e foi vaiado. “Os companheiros sabem muito bem pelo que estão lutando”, frisou Geovane.

O Sindicato firmou acordo com a JF Basso, enquanto o pessoal da Magnet, de São Bernardo, decidiu ontem suspender a paralisação.