Primeira quinzena do ano registra 66 mil licenciamentos

A primeira quinzena do ano registrou 66,5 mil emplacamentos de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus, de acordo com dados preliminares do Renavam obtidos pela Agência AutoData. O resultado ficou 30% abaixo dos 94,4 mil licenciamentos das primeiras duas semanas de dezembro, como é usual no mercado brasileiro, e 3,5% a menos do que as 68,9 mil unidades licenciadas na primeira quinzena de janeiro do ano passado.

Fonte ligada ao varejo considerou o resultado “muito baixo”, mesmo diante de todo o contexto atual de início do ano, período de férias, quando os consumidores normalmente ficam mais longe das concessionárias. A média diária foi de pouco mais de 6 mil unidades/dia.

Mantido o ritmo atual as vendas encerrarão o primeiro mês na faixa de 130 mil veículos, mas os varejistas calculam que o mês deverá fechar na casa dos 150 mil emplacamentos, acima, portanto, de janeiro do ano passado, quando 126,5 mil veículos foram comercializados.

Márcio de Lima Leite, presidente da Anfavea, alertou na entrevista coletiva do início do ano que, especialmente no primeiro trimestre, o mercado será superior na comparação com igual período de 2022, quando as linhas de produção sofreram o forte impacto da crise dos semicondutores. Com 3,6 mil licenciamentos a Fiat Strada foi o veículo mais vendido da primeira quinzena, seguido por Hyundai HB20, com 3,5 mil, e o Chevrolet Onix com 3,2 mil.

Do AutoData