Reflexos no emprego e na renda

Os bons dados da economia já começam a ter reflexos no mercado de trabalho.

O desemprego em agosto registrou a terceira redução seguida, segundo o IBGE. Um dos motivos é a antecipação das contratações da indústria para as encomendas de fim de ano.

O Ministério do Trabalho garante que o País chega ao final do ano com taxa de desemprego de apenas um dígito.

Desafios
A recuperação da economia, entretanto, pode enfrentar dificuldades. Uma delas é estimular a inflação, uma vez que o reaquecimento permite o aumento de preços.

Outro problema vem do esgotamento da infra-estrutura de energia, saneamento e transportes. Há ainda necessidade de ampliação do parque industrial, que recebe poucos investimentos desde a crise dos países asiáticos, em 1997.

Tudo isso trará dificuldade para o País manter os mesmos níveis de crescimento nos próximos trimestres, porque a base de comparação tende a ficar desfavorável após os bons indicadores divulgados.