Renault acelera a participação da mulher na companhia

Em 10 anos, desde que o grupo de trabalho [email protected] foi criado, o número de funcionárias cresceu 64%

Criado em 2010 com proposta de encaminhar ações focadas na inclusão e respeito à diversidade, o grupo [email protected] comemora sua primeira década de atividades com resultados vitoriosos no que diz respeito a equidade de gênero. Projetos e programas internos da empresa encaminhados pelo grupo de trabalho reforçaram o empoderamento e protagonismo da mulher.

Em dez anos, a participação do público feminino quadro de funcionários da fabricante cresceu 64%. Hoje, dos 6,5 mil empregados, em torno de 30% são de mulheres. E presentes em todas as áreas. “Na Renault do Brasil, dos 1 mil engenheiros, 20% são mulheres. Também, 30% dos gerentes, ou seja, cargos de poder decisório, são representados por mulheres, além de 36% serem potenciais sucessores”, conta Ricardo Gondo, presidente da companhia.

Para o executivo, não se trata somente de um compromisso que visa acelerar a participação e o protagonismo das mulheres na organização, com impactos na sociedade e na economia. “O olhar feminino – a diversidade em geral – promove produtos e serviços mais criativos e inovadores, que se transformam em resultados.”

Dentre as diversas ações encabeçadas pelo [email protected] que visam acelerar a participação das mulheres na empresa, cabe destaque o Mulherar, programa interno que, além de discutir os diversos papéis da mulher, se propõe a contribuir com desenvolvimento profissional, oferecendo treinamento contínuo para ascensão na companhia.

Do AutoIndústria