Venda de autopeças para montadoras evolui 35,7% no ano

É o segmento com melhor desempenho até agosto. Uso da capacidade instalada nos fornecedores chegou a 80%.

Graças ao aumento de vendas para as montadoras, a indústria de autopeças alcançou 80% de uso de capacidade instalada em agosto, conforme pesquisa conjuntural do Sindipeças que teve os dados atualizados sem seu site neste final de mês.

Segundo a entidade, o índice de 80% – três pontos porcentuais acima do registrado em julho – reflete avanço da produção automotiva, “apesar das dificuldades que ainda são enfrentadas no supply chain”. Os negócios OEMs foram os que mais cresceram no mês (mais 14,8% sobre julho) e também os que apresentam a maior evolução no ano.

Considerando todos os segmentos, a receita nominal das autopeças fechou agosto com alta de 11,9% sobre julho e de 32,8% em relação ao mesmo mês de 2021. As vendas para as montadoras no acumulado de janeiro a agosto cresceram 35,7% em relação ao mesmo período do ano passado, enquanto os negócios no aftermarket evoluíram 12% e as exportações em dólar apenas 0,2%.

Também é positivo o número de postos de trabalho no setor, que cresceu 4% este ano e 5,3% em 12 meses. A partir do desempenho verificado no acumulado dos últimos 12 meses, o Sindipeças acredita que o faturamento nominal do setor deverá encerrar o ano em torno de 20% acima de 2021.

Do AutoIndústria