Volkswagen fecha acordo de compra da Navistar

A marca alemã de caminhões concluirá a compra da norte-americana em 2021 por cerca de R$ 20 bilhões

Volkswagen e Navistar finalmente chegaram a um acordo para venda da marca norte-americana à companhia alemã. A transação deve ser concluída em 2021. O negócio envolve investimentos de US$ 3,7 bilhões, algo em torno de R$ 20 bilhões. Com isso, a Traton, dona das marcas Volkswagen, MAN e Scania, pagou US$ 44,50 por ação da fabricante norte-americana. Isso dá cerca de R$ 243 por ação.

As duas empresas começaram a negociar a possível venda em janeiro de 2020. Quando a Traton fez a primeira oferta, propôs pagar R$ 35 em dinheiro por ação. A Navistar recusou. Em setembro, a Volkswagen fez uma nova investida. E aumentou a oferta para US$ 43 por ação. Mas esse valor também não agradou os executivos da Navistar.

No entanto, representantes do Grupo Traton estavam dispostos a avançar com o negócio. E em outubro ofereceram US$ 44,50 por ação – em dinheiro. Enfim, dessa vez o negócio foi apoiado pelos dois maiores acionistas da Navistar. Representantes da Navistar e da Traton informaram que as duas empresas se beneficiaram de uma aliança estratégica iniciada em 2017.

E que a transação será construída com base nesse sucesso. A informação foi veiculada por meio de comunicado à imprensa. Com a Navistar no portfólio, a Traton busca expandir seus negócios na América do Norte. Afinal, terá mais condições de concorrer com as marcas da Daimler AG e da Volvo AB. Os grupos alemão e sueco são líderes de vendas naquele mercado. Até agora, as marcas do Grupo Traton não são vendidas diretamente nos Estados Unidos. O mercado norte-americano é considerado como a maior fonte de lucros do setor de caminhões no mundo.

Do Estradão