VW anuncia mega plano para o carro elétrico; mas e o Brasil?

Marca alemã anuncia investimento colossal para acelerar a eletrificação e a digitalização, bem como a conversão de fábricas

Planning Round 70: este é o nome do novo plano de cinco anos apresentado pela Volkswagen e com o qual a gigante alemã se prepara para investir 159 bilhões de euros até 2026, dos quais 89 bilhões (equivalentes a 56%) destinados à mobilidade elétrica e à digitalização. Esta é uma novidade absoluta para o Grupo, que nunca na história havia dedicado tantos recursos para a eletrificação.

Um plano colossal que não só diz respeito aos futuros carros elétricos, mas que visa uma renovação maciça das fábricas históricas em Hannover, Braunschweig, Salzgitter, Osnabrueck e Emden, bem como a sede em Wolfsburg. Nesta última será montado o inédito carro elétrico conhecido como Project Trinity.

A estratégia do Grupo Volkswagen é clara: tornar-se líder no mercado global de mobilidade elétrica até 2025, vendendo 1 em cada quatro carros movidos a motores elétricos. Recentemente, a Volkswagen apresentou os modelos ID.3 e iD.4 no Brasil ao mesmo tempo em que realiza ações para testar a receptividade dos novos veículos elétricos. Ao mesmo tempo, a Volkswagen trabalha para ampliar a rede infraestrutura, fazendo parcerias, como a da Shell, que criará uma rede de eletropostos em seus postos de combustíveis no país.

No entanto, a marca alemã está sendo muito tímida em sua investida de eletrificação, enquanto as principais marcas já possuem ao menos um carro elétrico em seu portfólio. A demora em trazer seus dois carros elétricos, bem-sucedidos em diversos mercados, aliada a uma estratégia ‘mista’ que promete continuar investindo no etanol, destoa desse anúncio de investimento colossal em eletrificação e digitalização.

Do InsideEVs