Pense: sua vida melhorou ou piorou nos últimos anos?

Esta é uma pergunta importante. Embora todos os trabalhadores deste país conheçam a resposta, não custa refrescar a memória.

Foto: Divulgação

Desde o impeachment da presidenta Dilma, a qualidade de vida só piora, e muito. Inflação, desemprego, perdas salariais, violência e muito mais. Além disto, são mais de 33 milhões de pessoas com fome diariamente. Quase 680 mil mortes por conta da Covid-19, muitas das quais poderiam ter sido evitadas não fossem a incompetência e o negacionismo deste governo, que declaradamente fez tudo para impedir a compra das vacinas.

Aliás, o atual (des)governo só pensa na reeleição, desde sua posse em janeiro de 2019. Enquanto o país derrete na crise, só se fala em urna eletrônica, seguido de ameaças de golpe de estado ou alguma quartelada, bem à moda das repúblicas de bananas.

A Amazônia está em chamas, tragédia estimulada pelo atual governo. E, se você acha que isto não tem nada a ver com a tua vida, espere até a falta de água e a secura do tempo chegar até a sua casa e comprometer sua saúde e da sua família.

No último dia 11 de agosto, milhões de pessoas assinaram uma Carta em defesa da liberdade e da democracia. O documento foi lido em várias escolas e universidades espalhadas pelo país. É a sociedade se manifestando em alto e bom som contra as ameaças de golpe por parte deste (des)governo.

Repito a pergunta: sua vida melhorou ou piorou nos últimos anos?

Pense bem na resposta e naquilo que você vai fazer daqui a algumas semanas.

Vai apoiar todos os erros e desvios cometidos por este governo? Que fique bem claro. Isto significa mais carestia, desemprego, baixos salários, crises diárias, fome e miséria.

Façamos as nossas escolhas e assumamos as consequências dos nossos atos e dos nossos votos. Depois, são mais quatro anos de sofrimento, especialmente do povo mais pobre deste país.

A mudança está nas suas mãos. Faça o que é certo e vamos transformar o futuro de nosso país!

Comente este artigo. Envie um e-mail para [email protected]

Departamento Jurídico